sexta-feira, 9 de abril de 2010

Presidente da Câmara desmarca-se de deputado municipal do PS

Os vereadores do PSD lamentam e repudiam as afirmações feitas, na última Assembleia Municipal, pelo deputado municipal Luís Castro.


Mais uma vez o PS revelou ter necessidade de protagonismo com o seu deputado municipal Luís Castro a apelidar os vereadores da oposição de “preguiçosos”.

Percebemos que o “jovem” deputado, queira dar nas vistas e, para isso, tente intervir e marcar presença.
Contudo, rejeitamos a atitude arrogante e o protagonismo exacerbado com que interveio e se dirigiu aos vereadores da oposição, eleitos democraticamente pelos figueirenses.

O deputado pode e deve fazer as intervenções que entender e achar convenientes mas deve faze-las baseado no rigor e na verdade, não em chicana política e “fait divers”.

Quando refere que a oposição é o “paradigma da preguiça”, o deputado mostra ser um cidadão desatento e desinteressado da realidade do concelho.
Se fosse um cidadão atento facilmente constataria, através das actas da reunião de câmara, da imprensa e das redes sociais, que os vereadores do PSD têm apresentado inúmeras propostas, bem como contribuído para a melhoria das propostas apresentadas pela maioria socialista.

Luís Castro, talvez por ser um neófito deputado a necessitar urgentemente de afirmação política, manifesta um perfeito desconhecimento do trabalho desenvolvido pelos vereadores do PSD.

Exigimos uma política de verdade e não baseada em diagnósticos errados, precipitados e dogmáticos.

No entanto, o melhor desmentido às suas afirmações já foi prestado pelo Presidente da Câmara, do seu partido, que se demarcou deste momento infeliz do deputado.

1 comentários:

Anónimo disse...

o presidente esteve mal,e verdade o que foi dito pelo deputado municipal,a teresa mudou uma linha,uma linha, do regulamento do cae e apareceu na imprensa como a salvadora,na questão das taxas não apresentaram propostas e no regulamento das colectividades esta senhora levou os recados do azenha mas npão os soube explicar,tambem não admira...quem fez uma oposição correcta foram os 100%apresntaram propostas e trabalho.

Publicar um comentário